Principal nome do florete masculino do Brasil permanecerá em Serra Nevada durante uma semana e experimenta maior dificuldade na altitude

Foto: Cristiane Rosa/Rede do Esporte

16 de novembro de 2020.

Por: Fato&Ação Comunicação

O esgrimista Guilherme Toldo, principal nome do florete masculino do Brasil, iniciou no último domingo (15) um estágio de treinamento com a seleção espanhola. Durante uma semana, ele ficará treinando na cidade de Serra Nevada, localizada a 3.478 metros acima do nível do mar e tem o apoio da Confederação Brasileira de Esgrima.

Serra Nevada é uma estação de esqui situada na Andaluzia, sendo o ponto mais alto da Península Ibérica. Ele estará ao lado de nomes experientes do florete masculino europeu.

Mas o grande fato novo neste treinamento é a questão da altitude. “O treino acontece no Centro de Alto Rendimento de Serra Nevada. Tem uma altitude considerável, o que melhora a qualidade de treinamento, na questão física e de resistência, tanto em pista quanto na preparação física. Vai ser interessante, tanto na parte técnica quanto na parte tática, exigindo uma concentração, uma dificuldade a mais”, analisa Guilherme Toldo.

Além disso, o atleta gaúcho acredita que, a troca de rotina de adversários nos treinos, pode ser igualmente positiva.

“É um treinamento mais interessante nesta fase sem competições, é importante variar os estilos de treinamento. Estamos tomando todos os cuidados sanitários necessários, para realizarmos um treino de qualidade. Vou poder jogar com atletas diferentes, treinar estratégias diferentes de combate. É importante, para chegar mais bem capacitado”, diz Toldo, que se prepara para a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio, onde deve se classificar sem sustos pelo ranking mundial.

Toldo vem se preparando de forma intensa para a retomada do calendário internacional de competições. Morando na Itália, ele treina diariamente com alguns dos nomes mais fortes da esgrima.

“Em Frascati, já tenho um alto nível de treinamento, com vários grandes atletas e uma estrutura muito boa. Mas a questão da altitude e o esforço físico a mais vão trazer uma dificuldade diferente para que eu treine em nível alto. Isso vai dar uma intensidade legal”, comemora.

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Esgrima (CBE)

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

CBE nas mídias sociais!

FACEBOOK: www.facebook.com/CBE.BrasilEsgrima

TWITTER: www.twitter.com/cbesgrima

INSTAGRAM: www.instagram.com/@cbesgrima

YOUTUBE: www.youtube.com/cbesgrima

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support