Primeira competição internacional de espada na temporada acontece na Rússia, a partir de sexta-feira; atletas mostram alívio com retorno dos torneios

 

Marcela Silva (esq.), Marcos Cardoso (centro) e Amanda Simeão (dir.), no embarque para Kazan.

16 de março de 2021.

Por: Fato&Ação Comunicação

A delegação brasileira já está reunida em Kazan, na Rússia, onde participa, a partir de sexta-feira (19), da Copa do Mundo de Espada. Será a primeira competição internacional desta arma na temporada, a segunda de esgrima em 2021. Na semana passada, foi realizada a Copa do Mundo de Sabre, em Budapeste, na Hungria.

Amanda Simeão e Marcela Silva seguiram diretamente do Brasil para a disputa na Rússia, enquanto Nathalie Moellhausen viajou diretamente da Europa, já que reside em Paris, na França. As meninas terão a orientação do técnico Marcos Cardoso. A equipe masculina permanecerá treinando na Itália e não participará do torneio.

O momento é muito mais de expectativa e ansiedade. Muitos atletas estão há quase 15 meses sem disputar competições, mesmo em território nacional. E o torneio serve para avaliar qual é o estágio de preparação atual.

“Estou muito ansiosa para participar dessa competição. Após um ano sem competir, quero ver como eu estou e como está o nível dos outros atletas também. Ver minhas sensações em pista e buscar o meu melhor”, afirma Amanda Simeão, atleta que fez parte da equipe brasileira nos Jogos de 2016 e que só conseguiu voltar a treinar no clube no Clube Curitibano no último trimestre de 2020.

No caso da espada feminina, não há a expectativa em relação ao Pré-Olímpico, no Panamá. Nathalie Moellhausen, campeã mundial em 2019, ocupa a segunda colocação no ranking mundial e já está garantida em Tóquio. Amanda e Marcela pensam em evolução para o próximo ciclo olímpico.

Sabre na Geórgia

Enquanto a equipe de espada se prepara para a Copa do Mundo, Bruno Pekelman, Luana Pekelman, Matheus Becker e o técnico Alkhas Lakerbai chegaram nesta terça-feira em Tibilissi, na Geórgia, onde realizam um estágio de 15 dias de treinamento. Depois, Bruno retorna para a disputa do Pré-Olímpico, enquanto os demais seguem diretamente para o Cairo, no Egito, onde participam do Campeonato Mundial Cadete e Juvenil, entre 3 e 11 de abril. A CBE apoia a equipe, com custeio integral para o técnico e Bruno Pekelman, além de passagens aéreas da atleta Luana Pekelman.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Esgrima (CBE)

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

CBE nas mídias sociais!

FACEBOOK: www.facebook.com/CBE.BrasilEsgrima

TWITTER: www.twitter.com/cbesgrima

INSTAGRAM: www.instagram.com/cbesgrima

YOUTUBE: www.youtube.com/cbesgrima

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support